A capacidade de retenção de talentos tem sido uma preocupação constante nas empresas. Afinal, o valor investido em contratação, salários, benefícios e desenvolvimento de um colaborador é consideravelmente importante dentro do budget nas organizações. Logo, demitir é uma decisão que deve ser muito bem avaliada antes de ser tomada.

Em nossas consultorias com clientes que apresentam desafios de redução da taxa de turnover, não é raro observar que a raiz do problema começa, muitas vezes, na falha da contratação. O fato é que a maior parte das empresas ainda adotam o Currículo e Entrevistas como principais fontes de informação dentro do processo seletivo.

Em pesquisa realizada pela Page Personnel, 9 em cada 10 contrações realizadas por empresas que adotam o método tradicional de seleção, resultam em demissão!

O mais surpreendente é que, na maioria dos casos, infelizmente as demissões se deram muito mais por questões comportamentais do que por conhecimento técnico do profissional. Conhecer as habilidades socioemocionais dos colaboradores de sua empresa tornou-se fundamental para a redução das taxas de turnover.

A Avaliação Comportamental, assim como os conhecimentos técnicos, deve ser considerada não só para entender se as competências do profissional são compatíveis as que a posição necessita, mas também, para garantir que existe compatibilidade entre os valores pessoais dos colaboradores e os princípios da empresa.

Através de plataforma de RH 4.0, passamos a utilizar os recursos de Inteligência Artificial e People Analytics, obtendo ganhos nos processos burocráticos e processos mais ágeis e assertivos. Para nossos clientes, o relatório que enviamos permite análise e comparação entre conhecimento técnico e comportamental dos candidatos, facilitando a tomada de decisão.

E na sua empresa? Como são realizadas as contratações?

Compartilhe conosco suas experiências!

Open chat