Muito se fala e divulga a respeito de Mentoria Executiva no universo corporativo e o quanto ela contribui para o desenvolvimento do profissional em sua carreira. Mas, pouco se fala dos benefícios que ela oferece nos negócios.

Nesta matéria, gostaríamos de compartilhar um pouco da nossa experiência com empresas que, ao contrário do ciclo normal – o investimento, geralmente parte do profissional – decidiram investir em seus colaboradores.

Por questões éticas e estratégicas, manteremos os nomes de pessoas e empresas em sigilo! esperamos sua compreensão, ok?! 

Nosso primeiro exemplo foi algo que nos surpreendeu muito, principalmente porque a intensão partiu do CEO de uma empresa.

Além de uma pessoa absolutamente visionária e humana, uma das características mais marcantes dele é o “poder de agregar pessoas e talentos”.

Ao longo de sua trajetória, criou uma equipe de profissionais absolutamente competentes e engajados ao negócio. No entanto, para dar o próximo passo rumo à expansão, necessitava de profissionais e competências que, naquele momento, os gestores não conseguiriam atingir.

Ao contrário do movimento mais “provável”, este CEO apostou no potencial de sua equipe e investiu em Mentoria Executiva para 16 gestores.

Além da definição de metas pessoais a serem desenvolvidas com cada um, a expansão de visão estratégica foi um dos principais temas que recebemos como missão. Os resultados foram muito positivos!

O conjunto de ações criadas e realizadas pela equipe e direção fizeram com que ela triplicasse de tamanho. Além do carinho imenso de poder contribuir com esse projeto, nos orgulhamos muito em ver que a maior parte dos gestores participaram desse processo e seguem, até hoje, crescendo com a empresa.

O “case” de outro de nossos clientes é uma rede de franquias que nos contrataram com o objetivo de ajudar a despertar o espírito empreendedor em seus gestores.

Apesar de estar há alguns anos no país, essa rede iniciou um processo de expansão de negócios e, a exemplo de outros países, conta com o conhecimento e empenho de seus gestores no sentido de multiplicar o padrão de qualidade.

Além do empreendedorismo, ao final das mentorias, concluímos que muitos outros aspectos foram desenvolvidos, tais como a melhora na comunicação, a união com a equipe e ações estratégicas.

Por fim, é importante lembrar que, quando a empresa investe no colaborador, além do desenvolvimento profissional, a aproximação das lideranças à estratégia da empresa e, principalmente, a motivação e comprometimento com o negócio são benefícios que se tornam eternizados.

Sua empresa segue esses princípios? Conte para nós!

Open chat