Entre os hábitos que tiveram que ser modificados em nossas vidas devido ao Coronavírus, o Home Office, que era uma tendência cada vez maior, passou a ser realidade no cotidiano profissional.

Apesar de não ser uma grande novidade para uma boa parte dos profissionais, a frequência era menor, variando de 1 a 2 vezes por semana.

Com a pandemia, isso mudou radicalmente e nos forçou a ficar em casa, longe do ambiente de trabalho, de nossas equipes e, consequentemente, da forma de gestão de pessoas.

Antes, tínhamos o contato com nossos colaboradores e acompanhávamos de perto suas atividades. E agora? Como gerenciar equipes remotamente?

O primeiro ponto importante é que, a partir de agora, a ideia de “supervisionar” passou a ser algo do passado, dando lugar à gestão com foco em planejamento, estabelecimento de prioridades, disciplina, objetivos diários e, acima de tudo, confiança em sua equipe.

Nesta matéria, gostaríamos de dividir 5 dicas de como estruturar essa nova metodologia de trabalho para que você, como líder, mantenha a produtividade de sua equipe.

1 – Disciplina acima de tudo.

Mesmo você morando sozinho ou com mais pessoas, disciplina é algo fundamental para que as coisas funcionem.

Além de um local fixo para trabalhar dentro de casa, é preciso saber separar o pessoal do profissional.

Sua rotina de trabalho não pode mudar só porque você está em casa. Então, estabeleça horários para tudo, levante-se pela manhã e arrume-se como se fosse ir para a empresa.

2 – Planejamento de trabalho.

O fato de não estar próximo aos colaboradores de sua equipe requer um maior planejamento de trabalho por parte do líder.

Estabelecer prioridades, delegar as tarefas, definir metas e prazos são as melhores formas de manter a equipe engajada e comprometida com os resultados.

Nossa sugestão é reunir-se com a equipe logo pela manhã por 30 minutos para fazer um checklist das tarefas, bem como de seus status.

3 – Reuniões Virtuais – Cuidado!

Reunir-se com a equipe ou com os demais gestores sem dúvida é necessário e graças aos inúmeros recursos tecnológicos disponíveis, também possível.

No entanto, sugerimos avaliar a real necessidade de realizar reuniões, bem como quem irá envolver nelas.

Agende horários de início e, principalmente, término. Estabeleça tópicos para discussão para evitar a mudança de assunto e mantenha o ritmo.

4 – Comunicação eficaz

Toda mudança requer um período de adaptação. Mas, essa que estamos vivendo causou impactos impossíveis de se mensurar.

É fundamental considerar as características e limitações de seus colaboradores.

Procure identificar eventuais mudanças emocionais e, principalmente, apoie quando necessário.

Quando perceber a necessidade de conversar com um determinado colaborador, seja para alinhar tarefas ou realizar feedbacks, faça isso com transparência.

5 – Confie e respeite sua equipe

Confiar e respeitar sua equipe é essencial neste momento.

Se você delegou as atividades, estabeleceu metas e prazos, deixe as coisas acontecerem normalmente e, caso encontre alguma dificuldade com um de seus colaboradores, faça o feedback e alinhe as expectativas.

Para finalizar, é importante deixar claro que o líder é um espelho para a equipe. Demonstrar equilíbrio e responsabilidade é fundamental para manter o ritmo e a confiança entre seus colaboradores.

Se você gostou e/ou gostaria de dividir com a gente alguma outra dica de como está lidando com essa nova forma de liderar pessoas, deixe seu comentário! Vamos adorar conversar um pouco mais sobre isso com você!

Open chat